NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

SACRIFÍCIO ÚNICO

"Porque tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam." (Hebreus 10:1)

 A lei junto com o sacerdócio levítico ao qual ela se vinculava estreitamente, segundo o sistema mosaico, era apenas uma sombra. Os sacrifícios preceituados pela lei prefiguravam o derradeiro sacrifício de Cristo. Assim eram repetidos ano após ano, e a própria repetição dava testemunho de que o sacrifício perfeito, que eliminaria os pecados, ainda não tinha sido oferecido. A lei se cumpriu em Jesus, assim, tentar praticar agora a lei ou o preceito da antiga lei é ir frontalmente contra Cristo. A lei não tinha condições de eliminar o pecado, o sangue de animal não poderia fazer nada em prol da humanidade para libertá-la. A lei foi útil, uma vez que foi através dela que apresentou o pecado, e sem lei não há pecado, porque, para sabermos que algum procedimento é errado, é necessário existir uma lei que afirme isso. A lei, que era para dar vida, trouxe a morte, porque sem ela não se tinha conhecimento do pecado, mas por ela todos ficaram sabendo dele, assim, o que era para dar vida trouxe a morte. Os sacrifícios determinados pela lei, que deveriam ser oferecidos, eram incapazes de solucionar a questão do pecado. "Doutra maneira, teriam deixado de se oferecer, porque, purificados uma vez os ministrantes, nunca mais teriam consciência de pecado." (Hebreus 10:2). Esses sacrifícios que eram oferecidos repetidas vezes não tinham poder para eliminar o pecado porque, se assim o fosse, não haveria necessidade de serem contínuos. Mas, apesar de todos os sacrifícios, o pecado continuava a reinar, e na verdade esses sacrifícios somente prefiguravam Cristo, que foi o Sacrifício Perfeito. Se esses sacrifícios solucionassem a questão do pecado, não haveria necessidade de Cristo ter vindo para levá-los embora. "Nesses sacrifícios, porém, cada ano se faz comemoração dos pecados, Porque é impossível que o sangue dos touros e dos bodes tire os pecados." (Hebreus 10:3-4). Na verdade, esses sacrifícios serviam somente para comemorar o pecado, trazer à memória que ele reinava, servia para mostrar a existência do pecado e a impossibilidade de ser removido por qualquer força humana, ou por sacrifícios.
 "Por isso, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, Mas corpo me preparaste; Holocaustos e oblações pelo pecado não te agradaram." (Hebreus 10;5-6). Os termos usados para os sacrifícios levíticos representam quatro dos cinco tipos de ofertas preceituadas pela lei mosaica, a saber: de comunhão, de cereal, e pelo pecado e holocausto. Quando Cristo veio ao mundo, disse as palavras do salmo de Davi (40:6-8), que expressam a submissão obediente ao Pai por parte de Cristo ao vir à terra. Os sacrifícios mosaicos são substituídos pela obediência submissa à vontade de Deus. Quando fala "não te agradaste", era exatamente porque essas ofertas eram meramente preparatórias e temporárias, antevendo a única oferta perfeita e definitiva, a do Filho encarnado de Deus. E isso serve para nos mostrar que não é sacrifício algum que nos faz ser aceitos diante do Senhor ou perdoados dos nossos pecados. Portanto, desafios e sacrifícios que se oferecem em altar são pecado, pois invalidam o sacrifício do Filho de Deus. "Então disse: Eis aqui venho (No princípio do livro está escrito de mim), Para fazer, ó Deus, a tua vontade." (Hebreus 10:7). A vontade do Pai era preocupação suprema do Filho. Jesus tinha a preocupação de sempre fazer a vontade de Deus, Ele foi obediente até a morte, e a morte de cruz, que era considerada na época como maldição, pois a palavra disse "maldito todo aquele que for pendurado em um madeiro". Jesus se fez maldito por nós. A obediência de Jesus trouxe vitória a todos nós, e, se seguirmos o seu exemplo, seremos vitoriosos Nele. "Como acima diz: Sacrifício e oferta, e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem te agradaram (os quais se oferecem segundo a lei)." (Hebreus 10:8). Deus não aceita ofertas, sacrifícios, e não negocia. Ele simplesmente exige que reconheçamos o sacrifício da cruz, que obedecemos às ordenanças de Jesus, que nada mais são do que o caminho que nos conduzirá à vida, porque, para aceitar Jesus, é necessário nos curvarmos diante Dele, e isso acontece pela obediência, assim como Ele foi obediente ao Pai e venceu."Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo." (Hebreus 10:9). Ele cancela o primeiro para estabelecer o segundo. Seu sacrifício perfeito, oferecido em completa submissão, relega e, portanto, substitui todos os sacrifícios anteriores. Cancelados, eliminados todos os sacrifícios com o sacrifício perfeito, espontâneo e em obediência ao Pai, assim não mais sacrifício, mas o favor.
 "Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez.(Hebreus 10:10).Santificados, justificados, separados em consagração a Deus, e agora experimentando o processo da santificação contínua. Jesus se ofereceu uma só vez como sacrifício real, verdadeiro e definitivo, e por Ele nos santificou. A santificação, a santidade, a salvação vem Dele, pois sem Ele nada conseguiríamos. "E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados; Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus, Daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés." (Hebreus 10:11-13). Ofereciam os mesmos sacrifícios, isso porque esses sacrifícios eram incapazes de concretizar o que simbolizavam. Não podiam eliminar o pecado; por isso, tinham de ser oferecidos repetidas vezes. O sacerdote levítico sempre fazia o seu serviço religioso de pé, pois a sua obra nunca terminava. Ao contrário do serviço dos sacerdotes levíticos, que nunca acabava, já a obra de Cristo foi consumada. Seu único sacrifício expiou os pecados de todos os tempos, tornando desnecessário qualquer outro sacrifício. Jesus concluiu e sentou-se à direita de Deus. "Porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados. E também o Espírito Santo no-lo testifica, porque depois de haver dito: Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta: E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades. Ora, onde há remissão destes, não há mais oblação pelo pecado." (Hebreus 10:14-18). As duas citações nesses versículos provêm de Jeremias 31:31-34. A nova aliança garante que os pecados serão perdoados de modo eficaz e completo, resultando em que não será necessário nenhum outro sacrifício pelos pecados. O Senhor prometeu esquecer os nossos pecados e colocar em nossos corações as suas leis, e as temos, pois o Espírito Santo é que nos convence do juízo e do pecado. Não mais sacrifício, agora é somente Jesus, é aceitar e viver Nele e por Ele. "Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa, Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu."(Hebreus 10:19-23). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário