NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sábado, 13 de junho de 2015

QUAL EVANGELHO SEGUIR

"E, naqueles dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia, E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus." (Mateus 3:1-2)

 João Batista, o primeiro pregador do Novo Testamento, primeiro profeta, iniciou o seu ministério pregando a Palavra legítima do Senhor, pregando o Evangelho de Jesus Cristo, quando ainda o Senhor não tinha se manifestado em carne. A pregação dele era como a maioria ou todas do novo testamento, um chamado ao arrependimento, chamava o povo para a santificação e o abandono de pecados. João Batista vivia e pregava no deserto, ou seja, a sua igreja era no deserto, e as pessoas iam até ele para ouvir a Verdade, e não bajulações, enganos ou mentiras. Não iam em busca desse profeta, que depois Jesus disse que, nascido de mulher, ninguém era maior do que ele. João Batista, de maneira clara, chamava ao arrependimento, e sabemos que arrependimento é o abandono de pecado, é a mudança de hábito, é o abandono de práticas erradas. Esse profeta, que foi o primeiro do Novo Testamento, tinha a pregação de exortação baseada exclusivamente na Palavra de Deus, e sem nenhum atrativo humano. Não buscava agradar aos homens, mas ao Senhor. Ele era consciente da sua missão, pois foi escolhido por Deus para ser o preparador do Caminho, que é Jesus. Pregação dura, hoje as pessoas diriam que ele só pregava cajado, mas a pregação tem que ser sempre assim, chamando ao arrependimento. Não veremos nenhuma pregação de Jesus ou de outro pregador do Novo Testamento sendo bajulatória, como hoje se vê na maioria das igrejas. O Reino de Deus é chegado, e, para entrar nele, tem-se que abandonar as práticas erradas, caso contrário, perecerão, essa é a mensagem de Cristo."Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas." (Mateus 3:3). O profeta Isaías já tinha profetizado a respeito desse pregador e revelado qual seria a sua missão. João veio para pregar o arrependimento, veio para batizar e, inclusive, para batizar nas águas o Filho de Deus, Jesus Cristo. Esse pregador foi mártir, pois morreu, perdeu a sua cabeça, por condenar o adultério, o divórcio e o segundo casamento ou recasamento. João Batista foi elogiado pelo próprio Senhor Jesus, e esse profeta da verdade não bajulava, ele conduzia pessoas a Jesus, à salvação.
 "E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre." (Mateus 3:4) João se vestia de maneira diferente, alimentava-se e se portava de igual modo, ele era a luz, era o sal, salgava a terra, temperava e iluminava com a Palavra de Deus. João era diferente e não tinha como confundi-lo com o mundo, porque ele não era mundo, não era do mundo, estava no mundo, mas não pertencia a ele. Nós temos a obrigação de ser diferentes, não que precisemos comer gafanhotos, ou nos vestir com pelo de camelo, mas o nosso andar, falar, viver, tem que ser diferente, temos que mostrar Jesus em nossas vidas, não por muito ir à igreja, ou pelo tamanho da Bíblia, do cabelo. Nosso comportamento tem que ser cristão, temos que fugir dos pecados, temos que ser pessoas convertidas ao Senhor, e a nossa maneira de viver tem que ser a exigida no Reino. Temos que exortar a todos, pois Jesus está voltando. "Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão; E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados." (Mateus 3:5-6). João não bajulava, não enganava, não criava eventos para atrair as pessoas ao deserto, à sua igreja, muito pelo contrário, as pessoas encontravam palavras duras. João não promovia festas, campanhas, eventos ou outra coisa qualquer, não oferecia bênçãos nem milagres, ele oferecia a salvação. João Batista oferecia o Reino e mandava todos se converterem, unirem-se ao Senhor, e avisava que Jesus estava vindo. Nós fomos chamados para preparar o caminho de Jesus, para avisar a todos que Ele está voltando e que é necessária a conversão legítima a Cristo, e não a uma igreja denominacional. É necessário parar de mentir e enganar o povo, usando mentiras que são a arma do diabo para conduzir as pessoas a uma igreja, um templo aonde elas vão pensando somente em receber coisas materiais. É necessário parar de oferecer o que o Senhor não prometeu, e chamar o povo ao arrependimento e mostrar o caminho da salvação. Temos que assumir a nossa responsabilidade e falar que, sem arrependimento, sem conversão, sem santificação não existe salvação, não existe vida em abundância. "E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?" (Mateus 3:7). João chamava a atenção dos religiosos quando vinham em busca de religião, não da conversão. Temos que agir de igual maneira: tirar da igreja o adultério, a prostituição, a fornicação, o roubo, o comércio, a mentira e todo o engano.
"Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;
E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão."(Mateus 3:8-9)
Devemos exigir santificação de todos, não podemos tolerar os pecados disfarçados de religião, em que as pessoas frequentam templos, oram, vão a montes, cantam, choram, mas permanecem nos erros e nos pecados. Tem que existir a confrontação, não tolerar por causa de dízimos e ofertas, porque o que salva é a conversão e não a frequência em templos. João viveu, pregou a verdade e não tinha compromisso com o mundo, mas com Deus. Ele foi o primeiro pregador do Novo Testamento. Devemos aprender com ele e não sermos tolerantes como hoje, em que vivemos uma igreja enferma, doente, pecadora, em que se faz grandes templos onde são recebidas centenas de pessoas e onde o pecado abunda. Pessoas estão lotando templos em busca de bênçãos materiais, prosperidade, ou outra coisa qualquer, e continuam no pecado, chorando, orando, mas não largam as práticas erradas. Não perceberam que Jesus está voltando, e esses religiosos não herdarão o Reino de Deus. Falar que é filho de Deus todos falam, até papagaio fala, mas somente é filho quem é praticante da Palavra. "E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo." (Mateus 3:10). A sentença, a decisão já foi publicada, e todos os que vivem em práticas erradas, em desobediência aos preceitos do Senhor, se não se converterem rapidamente, irão padecer por toda a eternidade. Sem união ao Senhor, não existe salvação, e a união com Ele se dá pela prática da sua Palavra. Unir-se a Deus é santificação, como Ele mesmo disse: "Sede santo, porque Eu o Senhor, Sou Santo", e também: "sem santificação ninguém verá a Deus". Temos que saber que santificação é tirar toda impureza, engano das nossas vidas. Jesus está voltando, portanto, arrependam-se, enquanto é tempo, abandonem os pecados e realmente convertam-se ao Senhor de coração, não pensem em bênção, mas na vida. Busquem o Senhor, porque Ele é Deus e não pelo que Ele lhes pode dar. Os que ficarem, que não forem salvos, experimentarão sofrimentos inimagináveis, portanto, arrependam-se. "E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo." (Mateus 3:11). João Batista preparou o caminho da primeira vinda do Senhor. Todos nós fomos enviados para preparar a sua segunda vinda e vivermos de acordo, fazermos a diferença, e os que não o fizerem pagarão alto preço. Religião, igreja, denominação, monte, nada salva, somente Jesus, e Ele está voltando, e amá-lo é praticar a sua Palavra, e quem não pratica é adversário Dele. "Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará.(Mateus 3:12). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário