NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

LIBERDADE EM CRISTO

"E ajuntaram-se a ele os fariseus, e alguns dos escribas que tinham vindo de Jerusalém.E, vendo que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar, os repreendiam." (Marcos 7:1-2)

   Os fariseus, os sauduceus, que eram classes religiosas dominantes em Israel naquela época, sempre perseguiram Jesus e seu ministério. Aqui observamos os fariseus e os escribas, que eram os supostos sábios, os entendidos da lei, quando eles se opõem a Jesus e aos seus discípulos por eles comerem sem lavar as mãos. "Porque os fariseus, e todos os judeus, conservando a tradição dos antigos, não comem sem lavar as mãos muitas vezes." (Marcos 7:3). Por tradição, os judeus, antes de comerem, de se alimentarem, eles lavavam as mãos muitas vezes, não que isso fosse uma determinação ou estivesse na lei, mas somente por tradição. Tradição é algo que as pessoas começam a praticar por qualquer motivo, e aquela prática vai se alastrando de pessoa a pessoa e chega-se ao ponto de alguns crerem que realmente é necessário cumprir aquela prática ritualística. No meio religioso, vemos muitas tradições, tais como dias específicos de procissão, ou campanhas, como portar, carregar ou ler a Bíblia, dias de cultos da família, de libertação e outros. Mas tradição para nada serve, o que devemos fazer é praticar o Evangelho de Jesus Cristo, pois Nele há liberdade. "E, quando voltam do mercado, se não se lavarem, não comem. E muitas outras coisas há que receberam para observar, como lavar os copos, e os jarros, e os vasos de metal e as camas." (Marcos 7:4). São várias as tradições, e elas mudam de cultura para cultura, de povo para povo, e em várias culturas ainda deparamos com algumas tradições bizarras. Os judeus não ficavam sem lavar as mãos para comer, quando chegavam da rua, e sempre lavavam as vasilhas várias vezes, não por questão de higiene, mas por uma questão de tradição, pois as consideravam impuras se não fossem lavadas várias vezes, e ainda hoje existe essa tradição em alguns lugares."Depois perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem o pão com as mãos por lavar?" (Marcos 7:5). Esses fariseus e os entendidos da lei questionaram o Senhor Jesus por permitir que os seus discípulos comessem sem lavar as mãos. Esse questionamento a Jesus é exatamente por eles buscarem uma ocasião para o acusarem de algo e assim exigirem a sua morte.
   "E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim." (Marcos 7:6). Jesus lhes responde chamando-os de hipócrita, que é o ato de representar o que não é, ser ator. Chama-os de hipócrita e ainda esclarece o porquê de os estar chamando assim, porque são pessoas que falam que O amam, que amam Deus, mas não praticam o Evangelho. São pessoas que cantam hinos de exaltação ao Senhor, que oram, que se vestem como cristãos, mas não o são, porque seus corações estão cheios de imundícies, de toda impureza, que é a mentira, o engano, o adultério, a desonestidade, a violência, os erros. Hipócritas são todos os que falam o nome do Senhor, mas não vivem de acordo com os preceitos estabelecidos por Ele; são pessoas que se apegam a manias e crenças diversas. São pessoas que ainda oferecem sacrifícios ao Senhor como se Ele as aceitasse; são todos os que se prendem a atos, manias, práticas que não são determinadas pelo Evangelho. "Em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens." (Marcos 7:7). Existem várias tradições que as pessoas praticam como se estivessem agradando o Senhor, tais como adorar imagens, fazer procissões, guardar dias, comer alguns alimentos e não comer outros, vestir-se de determinada forma, comemorar e criar festas e datas como se fosse algo para o Senhor. Mas, quando se fala em abandonar as práticas erradas, os pecados, geralmente se escondem em alguma parte de um versículo, mesmo que seja da antiga lei. "Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas." (Marcos 7:8). As pessoas abandonam os preceitos do Senhor e criam alguns mais favoráveis a eles,como se fossem ordenanças do Senhor, o que leva muitos a crer, mas não percebem que simplesmente estão cumprindo ordens humanas. Não podemos nos dar ao luxo de praticar nada que o Evangelho não determine ou autorize, assim como não podemos deixar de fazer o que Ele exige. Criam-se preceitos e doutrinas estranhas em religião, igrejas, templos, que obrigam as pessoas a práticas como se fossem ordenadas pelo Senhor. Assim como os fariseus daquela época, os da atualidade continuam criando doutrinas estranhas, que só levam as pessoas para longe de Jesus.
   "E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e quem maldisser, ou o pai ou a mãe, certamente morrerá." (Marcos 7:9-10). Esses fariseus sabiam do mandamento de honrar pai e mãe, mas criaram uma tradição segundo a qual, mediante o emprego dessa palavra "corbã" num voto religioso, um filho judeu irresponsável podia formalmente dedicar a Deus seus ganhos materiais que de outra forma teriam contribuído para o sustento dos pais. Esse dinheiro, no entanto, não necessariamente tinha de ser aplicado para fins religiosos. A forma do corbã era simplesmente um meio de contornar a clara responsabilidade dos filhos para com os pais preceituada na lei. Os mestres da lei sustentavam que o juramento do corbã era irrevogável, mesmo quando fosse feito de modo precipitado. Essa prática era uma das muitas tradições que obedeciam à letra da lei, enquanto desrespeitavam o Espírito. Assim, os nossos fariseus hoje também procuram justificar um divórcio, ou recasamento, alegando que por motivo de adultério e traição é justificável, sendo que Jesus nunca autorizou o recasamento. São muitas as doutrinas criadas pelos homens que fazem os incautos creem que é mandamento do Senhor, assim como o comércio dentro do templo, ou campanhas remuneradas. "Vós, porém, dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor; Nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe." (Marcos 7:11-12). Muitas religiões criaram uma espécie de adoração a imagens de todos os tipos, fazendo as pessoas creem que é a vontade do Senhor. Veneram Maria, José e outros, sendo que o Senhor disse que jamais poderia acontecer tal fato. Para justificar suas vontades, desejos e ganâncias, criam tradições que são seguidas por muitos, por desconhecerem a Palavra de Deus. "Invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas. E, chamando outra vez a multidão, disse-lhes: Ouvi-me vós, todos, e compreendei. Nada há, fora do homem, que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai dele isso é que contamina o homem. Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça. Depois, quando deixou a multidão, e entrou em casa, os seus discípulos o interrogavam acerca desta parábola." (Marcos 7:13-17).Jesus mostrou de forma clara aqui que a religião nada mais é do que a prática humana, o que temos que praticar é a Palavra de Deus, o Evangelho de Jesus Cristo, temos que ser sábios e sempre buscar respostas na Palavra e não viver somente por emoção ou obediência aos homens. Também nos versículos a seguir Ele deixou claro que todos os alimentos são puros; portanto, seja carne de boi, porco ou outro animal, ou qualquer alimento, nada é impuro. "E ele disse-lhes: Assim também vós estais sem entendimento? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, Porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora, ficando puras todas as comidas?E dizia: O que sai do homem isso contamina o homem.Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as fornicações, os homicídios,Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem." (Marcos 7:18-23). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário