NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

DEUS NÃO SE DEIXA ESCARNECER

"Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado." (Gálatas 6;1)

   Quando nos deparamos com erros de um irmão, mesmo que esse erro, essa ofensa seja contra nós mesmos, antes de julgar e condenar, ou propagar aquela ação, é necessário que primeiro conversemos, orientemos quem errou, pois assim ele poderá acertar. Evidentemente que existem ações que são deliberadas, intencionais, mas mesmo em relação a essas não podemos deixar de alertar quem as estiver cometendo sobre quais são as consequências dos seus atos, porque na emoção, ou em um momento de raiva, as pessoas cometem muitas ações, ou falam muita coisa das quais logo depois podem se arrepender, e, muitas vezes, quando isso acontece, o dano, o estrago já foi causado. Todo o tempo devemos vigiar para não sermos tentados a agir de igual maneira com quem está errando, porque, ao debater, revidar, vingar uma ação de injustiça, estamos também compartilhando-a. Somos tentados todo o tempo a revidar as ofensas, mas, como seres espirituais que somos, não podemos proceder assim, caso contrário seremos iguais, seremos carnais e terrenos. Mansidão é um dos frutos do Espírito Santo, e todos os que o têm obrigatoriamente agem dessa maneira, respondem sempre com mansidão, por mais complexa que possa parecer a situação. Fugir das tentações de revide é nossa obrigação para que não venhamos a cair e sermos iguais aos nossos ofensores. "Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo." (Gálatas 6:2).Não somos superiores a ninguém, na verdade somos iguais ou inferiores, pois, quando agimos com maldade, ira, raiva, revidando uma ofensa de alguém, somos piores, porque, tendo o conhecimento da verdade, sabendo que não poderíamos assim agir, o fazemos. Ignorar o conhecimento da verdade e nos deixar agir na emoção, na carne, nos transforma em seres piores do que os ignorantes do Evangelho. Levar a carga um dos outros é procurar entender, compreender os outros, e não aceitar os erros, e sim ensinar, mostrar o caminho da verdade, para que as pessoas aprendam, se arrependam e não pequem mais, para assim alcançarem a salvação.
   "Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo." (Gálatas 6:3). Quando nos julgamos seres espirituais, superiores e não procuramos entender, compreender os nossos semelhantes, ajudar, ensinar, na verdade somos carnais, mundanos, terrenos e não conhecemos o Senhor. Se realmente somos espirituais, se somos do Senhor, se temos o seu Espírito, então temos e mostramos o seu caráter. Portanto, não é o que tento transparecer, ou o que falo, mas as minhas ações é que mostrarão quem realmente sou. Jesus mandou vigiar e nos disse que conheceremos as árvores pelo seu fruto. Assim, devemos deixar as pessoas nos conhecerem, nos julgarem pelas nossas ações, pela maneira como vivemos, pelo nosso procedimento diário. "Mas prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro. Porque cada qual levará a sua própria carga." (Gálatas 6:4-5). Ninguém poderá fazer nada por nós, uma vez que é impossível alguém levar a nossa carga. Jesus abriu o Caminho, e Ele próprio é o Caminho que nos conduz à salvação e à vida eterna, mas temos que querer trilhar esse Caminho, ninguém pode nos levar, conduzir. A nossa glória, nossa coroa é conquistada aqui, mas não da maneira como o mundo busca as suas conquistas, porque nossa vitória a conquistamos pela fé em Cristo. Todos nós prestaremos conta das nossas ações diante do Senhor, e ninguém poderá fazer isso por nós, não existe defesa contra fatos e contra a verdade. Não existe argumentação e não mais existirão misericórdias do Senhor, simplesmente o julgamento, e receberemos cada um os nossos frutos. "E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui." (Gálatas 6:6). Partilhar todas as coisas boas, isto é, não somente coisas materiais, mas principalmente o conhecimento, o aprendizado, o conhecimento da verdade. Devemos todo o tempo partilhar contar, revelar, mostrar para os nossos mestres terrenos o que aprendemos, o que o Senhor nos revelou, pois assim o faremos feliz, ao saber que estamos buscando nos aproximar mais Dele, e que o seu ensino não é em vão. Não existe ninguém que tudo sabe, e as coisas espirituais são um eterno aprendizado. Assim como os mestres ensinam, eles também muitas vezes aprendem com os seus pupilos, pois a Palavra se revela a todos os instantes.
   "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará." (Gálatas 6;7). É impossível alguém enganar, ludibriar o nosso Deus; se isso fosse possível, Ele não seria Deus. Portanto, não são palavras, gestos, cânticos, choros, sacrifícios ou qualquer outra ação que poderá ludibriar o Senhor. Nada podemos fazer para acobertar a nossa verdadeira face, nosso caráter, nosso respeito pelos preceitos do Senhor. A única maneira de demonstrarmos amor e respeito é com obediência aos seus preceitos, praticando as suas ordenanças. Seremos julgados pelos nossos pensamentos, ações, e só receberemos as consequências dos nossos atos. Todos nós teremos colheita de acordo com o que semearmos, com o que plantarmos, pode ser para a vida ou para a morte, mas tudo é consequência dos nossos atos, e somos responsáveis por eles. Não podemos de maneira nenhuma tentar culpar alguém ou o Senhor, pois a escolha sempre será nossa."Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna." (Gálatas 6:8). Quando o que plantamos são ações carnais, desejos, quando agimos sempre na emoção, quando a nossa preocupação é somente como o bem-estar aqui, quando nos julgamos superiores aos demais, quando não permitimos ofensas e a revidamos, com certeza iremos colher corrupção, ou seja, dor, sofrimento e morte por toda a eternidade. Quando somos carnais, e o nosso compromisso é somente com as coisas materiais, com a nossa vontade, com certeza colheremos corrupção, por mais que oremos e clamemos, porque não conseguimos enganar o Senhor; o que plantarmos vamos colher. Mas quando agimos em espírito, quando nos vigiamos e pautamos o nosso viver pelo Evangelho, que é Jesus, é a Vida, então colheremos vida e em abundância. Não é por muito orar que nos capacitaremos, e sim por praticar o Evangelho. Temos que orar, mas viver de maneira plena todos os mandamentos do Senhor. Não podemos esquecer que as misericórdias serão tiradas, e só restarão o juízo e a justiça de Deus. O que vivemos aqui, o que buscamos, as nossas prioridades refletem nas nossas colheitas. Mesmo aqui muitas vezes acontecem lutas e batalhas em nossas vidas e ficamos chamando o Senhor, mas não lembramos o que fizemos anteriormente. Vivemos a lei da semeadura, portanto todos nós somos responsáveis diante do Senhor pelo que recebemos, pelas nossas colheitas. "E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido." (Gálatas 6:9). Por isto devemos todo o tempo nos examinar e agir segundo o Evangelho, pois todos somos responsáveis pelos nossos atos diante do Senhor. "Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé." (Gálatas 6:10).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário