NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 14 de abril de 2015

ADVERTÊNCIAS CONTRA OS FALSOS PASTORES

"Como te roguei, quando parti para a Macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina." (1 Timóteo 1:3)

   Nesta carta que Paulo escreve a Timóteo, seu filho na fé, ele o lembra das advertências que tinha feito antes de ir para Macedônia. Paulo tinha deixado Timóteo em Éfeso para tomar conta daquela igreja e recomenda que ele converse com alguns que lá estavam ensinando uma doutrina diferente. Timóteo tem a incumbência de alertar, chamar a atenção de pregadores que estavam desvirtuando a sã doutrina de Cristo, trazendo inovações inadequadas e inadmissíveis. Da mesma maneira, vemos todos os tipos de pregações, muitos ensinos nos templos, em igrejas denominadas evangélicas, todos falam em Deus, em Jesus, mas muitas vezes seus ensinos vão contra o Senhor. O apóstolo Paulo tinha a justa preocupação com o que estava ensinando nas igrejas e não permitia que ensinassem ou praticassem um evangelho diferente do que Jesus nos deixou. "Nem se deem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora." (1 Timóteo 1:4). Paulo alerta sobre os pregadores que ficam contando histórias e falando sobre genealogias e história de Israel. São pregadores que se dedicam a ficar forçando um ensino, um exemplo de pregação sobre uma história de Israel, sobre algo que aconteceu no passado. Ficam tentando incutir nas pessoas histórias da época da lei e não pregam Jesus Cristo, não ensinam sobre unirem-se ao Senhor. Pregadores palhaços (só sabem fazer rir), muitos não sabemos se realmente são pregadores do Evangelho ou se são humoristas, pois fazem mais humor do que falar a verdade bíblica. Outros são contadores de histórias, falam de tudo da sua vida e da vida dos outros, são contadores de causos. Claro que há também os que são atores, pregam a emoção e levam as ovelhas ao choro convulsivo; outros ainda levam o povo ao frenesi com uma gritaria e uma animação descontrolada. Mas tudo isso nada mais é do que palavras, ou diversão, pois nada serve para a edificação e crescimento. "Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida." (1 Timóteo 1:5). Deus é amor, e nós, como pregadores, devemos expressar esse amor chamando as pessoas ao arrependimento, para que se salvem. Nossa preocupação tem que ser com a salvação de todos e não em agradar, trazer diversões, emoções ou qualquer outra coisa. Não temos que fazer bonito, temos que simplesmente ensinar o Evangelho de Jesus Cristo.
   "Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas;Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam."( 1 Timóteo 1:6-7).Muitos se acham conhecedores da Palavra de Deus e ficam discutindo, tentando impor um entendimento, tentando fazer as pessoas aceitarem na marra as suas explicações. Acham-se mestres, uns chegam ao ponto de se identificarem como professores do Evangelho, esquecendo que o Evangelho, a Palavra, é viva e eficaz. Portanto, Deus, o Espírito Santo fala por ela a várias pessoas ao mesmo tempo de maneira diferente, porém com o mesmo propósito e essência. Muitos trazem criações novas, traçam caminhos nas pregações que eles mesmos desconhecem. Fazem parte de um versículo, uma história, uma pregação, e ficam tateando em várias partes tirando trechos de versículos para justificarem um entendimento. São pregadores que hoje afirmam uma coisa e na próxima pregação e ensino já mudam a pregação e ensinam outra coisa diferente. Fundamentam os ensinos e pregações na antiga lei."Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente." (1 Timóteo 1:8), Sim, a lei é boa e foi dada a Moisés pelo Senhor, para que o povo fizesse uso dela até a vinda do Senhor Jesus. Tudo o que está na lei é somente sombra do que viria, e ela toda se cumpre em Jesus. Mas ela é boa, como todas as coisas que Deus faz, mas, para falar da lei, então que se cumpra ela integralmente; como não é possível, estão sob maldição. "Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las."(Gálatas 3:10). Por isso esses pregadores, esses mestres que ensinam a lei, que fundamentam as suas pregações na lei estão ensinando o povo a caminhar em sentido contrário aos ensinamentos de Jesus. Ensinam-lhes a viver uma obra inacabada. Devemos simplesmente ensinar, viver o Evangelho de Jesus Cristo, pois é Nele que temos salvação. Aprender a praticar a santidade, a santificação, apartando de tudo o que contamina, abandonando de uma maneira definitiva o pecado, as concupiscências da carne, sabendo que não é aqui o nosso lugar de guardar tesouro, mas que devemos ajuntar tesouro para a vida eterna, pois a nossa coroa galardão está é lá e não aqui.
   "Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas. Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina,
" (1 Timóteo 1:9-10).
 A lei só é válida para os que não conhecem o Senhor, para os que vivem em desobediências, porque quem vive de acordo com a Palavra de Deus não necessita de lei, pois ela já é praticada em seu viver. Os que não respeitam as leis, os que vivem cometendo crimes sofrem os rigores da lei, e isso somente por serem infratores, porque, se não o fossem, a lei seria boa e, na verdade, os protegeria. A lei é boa para quem é bom, causa dor e sofrimento a quem não a pratica, ou seja, a quem a ignora. Falamos de lei terrena e da lei de Deus, porque os desobedientes, os pecadores sofrem aqui e por toda a eternidade. Portanto, o que se tem que ensinar nas igrejas é o arrependimento, o abandono de pecado, a conversão ao Senhor para que se alcance a salvação. Caso contrário, sofrerão e morrerão por toda a eternidade. Tem-se que parar com pregações e ensinos mentirosos com oferecimento de bênçãos disto e daquilo, pois não é bíblico e não é o Evangelho. "Conforme o evangelho da glória de Deus bem-aventurado, que me foi confiado. E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério." (1 Timóteo 1:11-12). Temos que agradecer ao Senhor pelo Evangelho de Jesus Cristo, pela morte redentora, e, sabendo que nos foi confiada essa verdade, temos que fazer a nossa parte pregando-a. Não podemos tolerar ensinos heréticos ou pessoas enganadoras que falam contra o Evangelho de Jesus usando o próprio nome do Senhor. Temos que ser fiéis ao nosso chamado e honrar o que nos foi confiado e divulgar a verdade única. Rejeitar todo ensino errado, rejeitar os pregadores de mentiras, pois estes estão a serviço do inferno para conduzir muitos à perdição eterna. "A mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e injurioso; mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorantemente, na incredulidade. E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e amor que há em Jesus Cristo." (1 Timóteo 1:13-14). Todos nós já fomos pecadores, errantes, mas o amor de Deus nos alcançou e, por Ele, conhecemos a verdade, por isto não podemos brincar de ser crentes. Temos que viver a verdade, porque fomos resgatados da perdição, das ofensas, para nos tornarmos puros Nele, e se não praticarmos o que nos foi entregue, teremos sofrimentos terríveis. Não podemos aceitar as pregações de facilidades e constantes misericórdias, pois não é bíblico, e a Palavra nos mostra que tudo tem fim, só o Senhor dura para sempre e é imutável; mas devemos praticar em todos os sentidos o Evangelho de Jesus Cristo. "Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. Mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna.Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém." (1 Timóteo 1:15-17). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário