NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

A ESCOLHA

"Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vô-lo conceda." (João 15:16)

Todas as pessoas que se rendem aos pés do Senhor, por mais que tenham vivido até então uma vida de pecados e erros, quando conhecem o Senhor se transformam, se convertem Nele. E a conversão sabemos que é uma mudança radical de direção. Aquele que vivia nos pecados passa a ser um dos maiores defensores da santificação, quem era somente um religioso converte-se em discípulo de Jesus. Quando isso acontece, não é uma escolha meramente da pessoa, não somos nós que tomamos a decisão, foi o Senhor que assim determinou. Geralmente isso acontece quando pessoas estão orando por aquela pessoa, quando o Senhor recebe clamor e intercessões em favor daquela pessoa, então o nosso Pai, por amor, envia o seu Espírito, que o convence. Quando isso acontece, a pessoa tem consciência de que tem que continuar a obra e sempre vai falar do amor do Pai, vai falar do Evangelho de Jesus Cristo, além de mostrá-lo através da sua vida. Todos nós, quando nos rendemos aos pés do Senhor, assim o fazemos porque fomos escolhidos por Ele, e não o contrário, não fomos nós que tomamos a decisão de segui-lo. Foi Ele, através do seu Espírito, que nos convenceu e nos chamou. Todos os que não são escolhidos, nem chamados por vários motivos são os que envergonham o Evangelho, porque, mesmo frequentando uma igreja, continuam com o coração duro e praticando pecados, não se convertem.Existe diferença em ser chamado e frequentar uma igreja, um templo. "Isto vos mando: Que vos ameis uns aos outros."(João 15:17). Quem é chamado pelo Senhor e recebe a missão de produzir bons frutos sabe e vive o Amor, que é Deus. A característica dos convertidos, dos que são chamados é o amor, são pessoas que pregam a verdade, a santificação, a separação, a purificação, pois sabem que só vivendo em santidade entrarão no Reino. Quem tem o chamado não fica concordando ou tolerando o pecado, mas chama ao arrependimento, procura todo o tempo viver e ensinar o Caminho verdadeiro que é Jesus. Sabe amar o próximo, talvez não como o próximo quer, mas como o Senhor assim o deseja.
"Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim." (João 15:18). Quem tem o chamado, quem vive segundo os preceitos do Senhor, quem é discípulo de Jesus é odiado pelo mundo, pela maneira como vive e reage diante de todas as situações com a Palavra. E essa maneira de agir, que é contrária ao mundo, traz raiva, ódio e perseguições, mas isso é natural, normal e esperado, porque, assim como Jesus foi perseguido e ainda o é, também seremos, mas todo o tempo devemos glorificar o seu Nome por nos achar dignos de sofrer pelo seu Nome. A perseguição é na nossa casa, na nossa família, no trabalho, na igreja que frequentamos, e em toda parte, porque andamos na contramão do mundo, não buscamos facilidade, mas procuramos agradar ao Pai. Escolhemos a porta estreita e não a larga. "Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia." (João 15:19). Por pregarmos e vivermos o que no mundo é anormal, somos então transformados em seus inimigos, porque quem é discípulo de Jesus não aceita e nem permite mentira, desonestidade, engano, maldade, fornicação, adultério, divórcio, recasamentos, preguiça, intolerância etc. Confronta, e por tal motivo é acusado de vários nomes e de várias maneiras, mas esses, escolhidos e nomeados por Jesus, seguem olhando e praticando o Evangelho. Quando não existem perseguições, quando o mundo aceita, concorda e elogia, com certeza algo está errado, e essa pessoa não é discípulo de Jesus Cristo, mesmo porque somos seguidores e aprendizes daquele que foi perseguido e ainda hoje é perseguido, e, como somos os seus representantes, a perseguição é certa. A pregação e o ensino de boa vida, prosperidade total e bem-estar aqui são mentirosos, fantasiosos. "Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa." (João 15:20). Se Jesus foi perseguido, também devemos ser, se a Palavra do Senhor for aceita por alguém, também seremos aceitos. As pessoas preferem ouvir ensinos e pregações emotivas, do tipo autoajuda, palavras de incentivo, propostas de bênçãos e milagres, e não a verdade, e não palavras sobre santificação, e,assim, os religiosos (frequentadores de templos) são os que mais perseguem. Isso aconteceu com Jesus e nos acontece.
"Mas tudo isto vos farão por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou." (João 15:21).Toda a perseguição nos acontece por causa do nome de Jesus, porque, quando defendemos o casamento como único até que a morte os separe, imediatamente a família, amigos e outros se levantam contra. Quando falamos que salvação depende de santidade e que, para recebermos algo do Senhor, devemos estar de acordo com Ele, e que sem santificação ninguém verá Deus, nos chamam de fanáticos. Quando falamos que é nosso dever, obrigação vivermos em obediência aos seus preceitos, somos ridicularizados, escarnecidos. Fazem tudo isso por não conhecerem o Senhor, o nosso Deus, mesmo que estejam em templos, igrejas, são adoradores do mundo e das suas leis, e a prerrogativa é o prazer mundano, o bem-estar aqui e não a vida futura. "Se eu não viera, nem lhes houvera falado, não teriam pecado, mas agora não têm desculpa do seu pecado." (João 15:22).Todos os que perseguem Jesus e os seus discípulos sofrerão por toda a eternidade se não se converterem ao Senhor, senão se arrependerem dos seus maus caminhos, porque já conhecem a verdade. Não podem alegar ignorância, porque Jesus já alertou e continua alertando pela sua Palavra. O pecado dessas pessoas não tem desculpas, e sabemos que os pecadores não herdarão o Reino de Deus, é necessário se lavarem no sangue do Cordeiro, e, para se lavar, é necessário arrependimento e conversão, porque sem isso jamais se limparão. Podem ignorar a Verdade, mas também serão ignorados por ela. "Aquele que me odeia, odeia também a meu Pai." (João 15:23). Todos os que odeiam o Evangelho que é Jesus, por mais que digam o contrário, eles com os seus atos confessam que odeiam Deus. "Se eu entre eles não fizesse tais obras, quais nenhum outro tem feito, não teriam pecado; mas agora, viram-nas e me odiaram a mim e a meu Pai."(João 15:24). Não há como negar Jesus, pois vemos a sua obra diariamente;em todos os instantes vemos os seus milagres acontecendo, vemos a sua Palavra se cumprindo. Jesus veio e tem se mostrado a nós, mas todos os que o ignoram e não o aceitam estão odiando Deus, e, portanto, é impossível entrarem no seu Reino. "Mas é para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem causa. Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim. E vós também testificareis, pois estivestes comigo desde o princípio." (João 15:25-27).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
Pr.Henrique Lino
a na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário