NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

ANDAR COM JESUS SEM SE CONVERTER A ELE

"E, estando Pedro embaixo, no átrio, chegou uma das criadas do sumo sacerdote; E, vendo a Pedro, que se estava aquentando, olhou para ele, e disse: Tu também estavas com Jesus Nazareno." (Marcos 14:66-67)

Pedro conviveu diretamente com Jesus durante três anos e nesse tempo viu-o operar inúmeros milagres, prodígios, expulsar todos os tipos de demônios. Tinha recebido poder Dele e foi enviado juntamente com mais onze, e ele mesmo operou inúmeros milagres em nome de Jesus. Novamente foi enviado uma outra vez, com mais 69, e também operou maravilhas no nome de Jesus. Voltaram alegres porque os demônios se submetiam a eles ao nome de Jesus. Pedro com mais dois discípulos tinham presenciado a transfiguração quando Moisés e Elias apareceram em corpo glorificado, falando com Jesus, e ainda ouviram a voz de Deus falando que Jesus era o Filho amado, que a Ele é que deveriam ouvir. Tinha visto Jesus andar sobre as águas, e ele mesmo andou, indo ao seu encontro. Tinha presenciado inúmeras curas e visto Jesus ressuscitar Lázaro e a filha de Jairo, que tinham morrido. Pedro tinha ido a mando de Jesus pescar um peixe com dinheiro em sua boca para pagar os impostos de ambos no templo. Tinha também tido a oportunidade de fazer vários questionamentos ao Senhor e obteve todas as respostas. Viu por duas vezes a multiplicação de pães e peixes, em que com poucos pães e peixes o Senhor alimentou uma multidão. Pedro sabia quem era Jesus, conhecia o Messias, mas, mesmo assim, na hora da luta, ele ficou olhando Jesus de longe, porque, apesar de tudo o que tinha presenciado e feito, Ele não era convertido. "Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu,quando te converteres, confirma teus irmãos.E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte.Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces."(Lucas 22:31-34). Jesus pouco antes tinha informado que o diabo havia pedido a Deus para o ferir, atacar, mas Jesus rogou, intercedeu por ele, para que isso não fizesse com que ele desfalecesse na fé, não desanimasse, desistisse. Disse ainda que, quando ele se convertesse (ou seja, não era ainda convertido), deveria se lembrar dos irmãos, deveria fortalecer a fé deles. Jesus tinha mandado que, após ele se converter, cuidasse da fé dos outros também fortalecendo-os e dando-lhes exemplo. Pedro abriu a boca e, apressadamente, afirmou que não o abandonaria.Mas Jesus disse o contrário.
"Mas ele negou-o, dizendo: Não o conheço, nem sei o que dizes. E saiu fora ao alpendre, e o galo cantou." (Marcos 14:68). Quando ele estava olhando de longe para Jesus, e sentado à roda dos escarnecedores e esquentando com eles, foi questionado. Mas o cuidado com a sua vida, o medo fez com que negasse aquele que pouco antes ele mesmo tinha jurado que iria até a morte com Ele. Afirmou que não o conhecia e nem sabia quem era. Procurou sair de perto daqueles com medo de ser reconhecido, mas no alpendre acontece um sinal que Jesus tinha dito que aconteceria. Assim somos nós, que afirmamos que somos de Jesus, que não o abandonaremos nunca, mas fazemos isso diariamente: no trabalho, escola, em casa, na rua, no trânsito. Para conseguirmos um emprego ou para sermos aceitos em uma roda social, negamos que servimos o Senhor; para não sermos criticados pela nossa posição, nos misturamos e assentamos à roda dos escarnecedores. Concordamos com o adultério, com a mentira, e com tudo o que Jesus disse para não fazermos, porque queremos ser aceitos, não queremos ser discriminados, temos medo de ser humilhados diante da sociedade, dos parentes e amigos. Esse povo que diz que ama o Senhor são os que mais o negam, e o pior é que muitos deles não serão como Pedro, que depois se converteu. Muitos jamais se converterão, serão somente religiosos, e por isso padecerão e sofrerão por toda a eternidade. "E a criada, vendo-o outra vez, começou a dizer aos que ali estavam: Este é um dos tais." (Marcos 14:69). Pedro negou Jesus mais de uma vez. Insistiu em dizer que não o conhecia, nunca o vira,apesar de ter conhecimento de que Jesus estava preso e morreria para salvar a todos nós, inclusive ele, pois o próprio Jesus tinha-lhe revelado tudo antes que acontecesse. Sabemos tudo sobre salvação, sobre o amor de Deus, sobre os preceitos Dele e que devemos obedecer-lhe, mas o ignoramos na hora do aperto. Estamos comprometidos com o mundo e com as facilidades, prazeres que nos oferece; não queremos seguir os passos de Jesus, não aceitamos sofrer ou sermos perseguidos por segui-lo. Apresentamos desculpas, dizendo que Ele não quer que soframos, e por isso mentimos, pecamos, e o negamos, somos hipócritas, miseráveis pecadores, e senão nos convertermos rapidamente, iremos padecer por toda a eternidade. É fácil falar em Jesus, praticar a sua Palavra na igreja, no templo, no meio dos irmãos, mas fora desse meio vemos os seus discípulos o negarem, aqueles que minutos antes em um templo choraram, se emocionaram com um louvor, juraram amá-lo, agora na rua o negam mentindo e agindo de forma errada, contrária à sua Palavra.
 "Mas ele o negou outra vez. E pouco depois os que ali estavam disseram outra vez a Pedro: Verdadeiramente tu és um deles, porque és também galileu, e tua fala é semelhante."(Marcos 14:70). Quem andou alguma vez com Jesus é identificado e será sempre reconhecido pela maneira de falar, de olhar. Pedro foi reconhecido, e a fala dele era parecida com a de Jesus. Se conhecemos o Senhor,em algum momento de nossa vida, mesmo que o neguemos, a nossa fala sempre irá nos denunciar como uma pessoa que o conheceu. E o diabo sempre vai nos acusar de ter conhecido o Senhor e agora o negar, pois, agindo assim, servirá para esmorecer a fé dos que buscam o Senhor. Por esse motivo sempre encontramos pessoas que parecem ter um prazer indescritível em falar que foram do Senhor, mas que estão desviados, ou que conheceram tudo e conhecem sobre o Senhor, mas que resolveram não o seguir. São pessoas que servem ao inimigo, mas mesmo assim jamais irão perder o sotaque do Reino, porque isso servirá para a sua condenação. Por três vezes consecutivas Pedro negou Jesus, negou o seu Mestre, e fez isso por amor a sua vida, ou seja, teve medo de perder a vida, de padecer junto com Jesus, sendo que deveria ser motivo de orgulho sofrer em nome de Jesus, mas isso ele só descobriu depois que se converteu, pois se alegrou quando sofreu no nome do Senhor. "Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus."(Atos 5:41).Quando somos convertidos, sentimos prazer nas injúrias e acusações que sofremos em nome de Jesus; quando realmente nos convertemos, não nos preocupamos em ser discriminados, humilhados, ou incompreendidos por defendermos a nossa fé. Não ficamos tentando justificar nossos erros, dizendo que o Senhor não quer que soframos, porque essa não é a verdade, sabemos que Jesus tem prazer em nós quando defendemos o Evangelho. "Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte." (2 Coríntios 12:10).Não importam as lutas por que passamos, devemos enfrentá-las sempre agindo de acordo com a Palavra de Deus e jamais o negando, nem com palavras nem com ações, pois quem assim procede não o viu e nem o conheceu e precisa urgentemente se converter para não sofrer por toda a eternidade. "E ele começou a praguejar, e a jurar: Não conheço esse homem de quem falais." (Marcos 14:71). Pedro praguejou, xingou, por ter sido reconhecido como um seguidor de Jesus, mas logo vieram o arrependimento, o choro, a constatação de que não era convertido e que tinha negado o Senhor. Por isso sofra por não negar o nome de Jesus, e não sofra por não ser convertido. "E o galo cantou segunda vez. E Pedro lembrou-se da palavra que Jesus lhe tinha dito: Antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás. E, retirando-se dali, chorou." (Marcos 14:72).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário