NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

A HIPOCRISIA DA IGREJA CONTAMINADA

"Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai." (1 Coríntios 5:1)

A Igreja de Coríntios foi digna de severas repreensões por parte do apóstolo Paulo, e veja que não era nada comparada à igreja atual, uma vez que a contaminação superou todos os limites. Na igreja atual, a prostituição é normal, digo prostituição pois há, inclusive, supostos pastores que, ao ouvirem uma confissão de uma mulher que vive de prostituição, exigirem da mesma o dízimo para que seja abençoada. Na igreja que se diz evangélica são normais o adultério, a fornicação, a mentira; o divórcio é aceito e o ajuntamento respeitado como casamento. Pessoas que largam as esposas, os maridos e se envolvem com outras ou outros estão não somente frequentando as igrejas que se dizem evangélicas como também se envolvendo nos louvores, e porque não na pregação e ensino, ocupando cargos. Alguns se dizem pastores, estão nos altares, ensinam nos púlpitos, mas vivem um recasamento ou até terceira experiência matrimonial. Pessoas adulteram, sim adulteram traindo as esposas, os maridos, mas mesmo assim continuam nos altares das igrejas que se denominam evangélicas. Líderes de igrejas não se preocupam com santidade, somente com igrejas cheias e ofertas. "Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação." (1 Coríntios 5:2). Pastores aceitam e concordam com pecados nos templos, não exortam, não chamam a atenção, corrigem ou expulsam da igreja quem não quer mudar. Estão aconselhando o divórcio e um novo casamento, apoiam a fornicação, toleram, vários com ensinamentos estranhos, aceitam o viciado em pornografia, em cigarros, bebidas e outras coisas, dizendo que simplesmente devem orar para Jesus libertá-los, mas não os mandam lutar, abandonar as práticas erradas. "Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus."(1 Coríntios 5:3-5). A igreja tem que ser santa, portanto não é lugar de tolerar, aceitar a mentira, o pecado. As pessoas devem ir ao Senhor como estão, mas têm que ser transformadas, mudadas, convertidas, e, se não quiserem a mudança, têm que ser expulsas do meio do povo que se identifica como igreja do Senhor, para que o diabo cuide delas. Se a pessoa não quiser mudança, tem que ser expulsa, independentemente do dízimo ou da oferta que dá à igreja.
"Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?" (1 Coríntios 5:6).Pregações e ensinos mentirosos, tolerantes com o pecado, o ensino de algo que chamam de amor, mas que nada tem com o amor de Cristo, porque quem ama não aceita o pecado que conduz à morte. A Igreja é santa e, portanto, não podem ser tolerados tantos desmantelos como hoje vemos, crentes evangélicos que são ladrões, mentirosos, enganadores, mas nos templos levantam as mãos e dizem que estão louvando. Mas por permitir a alguns permanecerem no erro, aos poucos a igreja vai se contaminando, e o que deveria ser a igreja de Cristo hoje nada mais é do que um ajuntamento solene. "Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós."(1 Coríntios 5:7). Abandone os erros, os pecados que trouxe quando veio para o Senhor, porque, quando se converteu, estava em pecado, mas, agora, sabendo que o Senhor condena tais práticas, deve então abandoná-las imediatamente. Não basta somente orar, pedir para se libertar, deve-se tomar a decisão e rejeitar, lutar contra a sua vontade, a sua carne. "E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao Reino dos céus, e pela força se apoderam dele." (Mateus 11:12). Devemos ser violentos contra os nossos desejos carnais, caso contrário, não alcançaremos o Reino de Deus, a oração sem obra nada vale, a fé sem obra é morta. Jesus tudo sofreu e se entregou na cruz do Calvário por nós, e quem desmerecer esse sacrifício não pode ser tolerado no meio da igreja. A igreja de Coríntios era santa diante dessa geração de pecadores que está lotando as igrejas em busca de bênçãos, geração que barganha, comercializa e faz desafios, determina no nome do Senhor, essa geração que está se prostituindo dentro dos prédios dos templos. Escritórios, alojamentos e até mesmo bancos, cadeiras de templos estão servindo para a prostituição, jogos de sexualidade, e a liderança nada faz, com a desculpa de não afastar ovelhas. Pessoas estão usando celulares, tablets nas igrejas para acessar pornografia, e para outros fins, e a liderança está morta, pois nada fala; estes que assim procedem têm que ser expulsos da congregação.
 "Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade." (1 Coríntios 5:8). Sejamos sinceros diante do Senhor, abandonemos a religião, busquemos Cristo, pratiquemos o Evangelho, esqueçamos as práticas erradas, as trevas, e tudo mais que o Senhor condena, e nos acheguemos a Ele em espírito e em verdade, e não em emoções e mentiras. Sejamos sinceros e honestos diante do Senhor, pois nada se pode contra a verdade senão a própria verdade. O Senhor conhece e sabe tudo, nada conseguimos esconder Dele. "Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo." (1 Coríntios 5:9-10). Não há como não conviver com as pessoas que estão no mundo que não conhecem o Senhor, que vivem em pecados e erros, porque infelizmente a maioria vive na cegueira. No trabalho, na escola, em família convivemos com todos os tipos de pessoas, e não podemos discriminá-las, mas, sempre que possível, pregar, ensinar a elas, falar de Cristo e do seu amor. Não podemos concordar conviver com os falsos crentes, os falsos irmãos, os que se dizem evangélicos, mas são ladrões, adúlteros, mentirosos, maldizentes, fornicadores. Deles devemos nos afastar, com eles não ter comunhão nem mesmo amizade, pois uma fruta podre contamina todo o resto. "Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais." (1 Coríntios 5:11). Veja o que o apóstolo Paulo fala: com esses falsos irmãos que lotam os templos atualmente, mas vivem em pecados, não devemos nem mesmo compartilhar uma refeição. Os que conhecem a Verdade, mas praticam a mentira não podem fazer parte do nosso mundo, nem do nosso convívio, devemos mantê-los longe. Os que estão no mundo de várias religiões, ou sem religião, que não conhecem o Senhor, temos que conviver com eles, mesmo porque não teríamos como conviver aqui sem ter contato com eles, além do mais, eles precisam ouvir de nós a pregação do Evangelho. Mas devemos a todo tempo aproveitar as oportunidades para estar sempre pregando e apresentando o Evangelho de Jesus para eles. Não existe comunhão da luz com as trevas, e quem está na igreja e permanece no pecado está em trevas, não importa se é somente ovelha ou líder, devemos nos afastar deles se estiverem vivendo contrários à Palavra de Deus. "Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?" (1 Coríntios 5:12). Se falam que são evangélicos, crentes e praticam o pecado, e não querem abandoná-lo, então deles devemos nos afastar, e, se possível, expulsá-los da comunidade, da congregação, pois quem concorda toma parte nas suas más obras. Não se pode aceitar a convivência com quem está enlameando o nome do Senhor; devemos expulsá-los das nossas vidas, do nosso convívio, não importa quem sejam. "Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo." (1 Corintios 5:13).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário