NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

MILAGRES E ENSINO

“E, levantando-se dali, foi para os termos da Judéia, além do Jordão, e a multidão se reuniu em torno Dele; e tornou a ensiná-los, como tinha por costume.” (Marcos 10:1)

            Ao contrário do que muitos pensam, o que Jesus mais fez não foi milagres, e sim ensinar o Evangelho, a Palavra de Deus. Ele nunca perdia uma oportunidade de  ensinar, de falar do Reino de várias maneiras,  por parábolas, e de forma direta. Os milagres ele os praticou somente para mostrar o poder de Deus e ensinar como fazer. Ele disse que faríamos milagres maiores, pois Ele iria para o Pai, portanto o ministério de Jesus aqui foi de ensinamentos. Aqui, mais uma vez, vemos quando Ele aproveitou a multidão que se reuniu ao seu redor e começou a ensinar. “E, aproximando-se Dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher?” (Marcos 10:2). Como sempre, os fariseus, os religiosos daquela época, tentavam testá-lo, provocá-lo, armar armadilhas para ver se de alguma forma conseguiriam pegá-lo. Agora eles tentavam um assunto muito sério: o casamento, a família, e da maneira que o diabo, que é conhecedor da palavra, mas não é praticante, eles agora iriam tentá-lo usando a lei de Moisés, mas de forma errada e distorcida. Vemos que eles perguntam se o homem pode se divorciar, separar, deixar a mulher. “Mas ele, respondendo, disse-lhes: Que vos mandou Moisés?” (Marcos 10:3). Jesus, já sabendo de antemão qual seria a intenção deles, pergunta-lhes exatamente sobre a lei, uma vez que eles eram conhecedores dela e deveriam simplesmente praticar a Palavra de Deus. Veremos que o Senhor os faz confessar a ignorância e hipocrisia pelas suas respostas. Jesus respondeu à pergunta deles com outra pergunta. “E eles disseram: Moisés permitiu escrever carta de divórcio e repudiar.” (Marcos 10:4). Eles então afirmam que Moisés permitiu que se divorciassem, se separassem. Esses fariseus responderam da mesma maneira que muitos  também respondem, e para nossa vergonha pastores e líderes de igreja respondem também de igual maneira, demonstrando um total desconhecimento da vontade de Deus, um analfabetismo bíblico,  um adultério da Palavra, e por esse erro  muitos são conduzidos ao erro e à perdição.
            “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Pela dureza dos vossos corações vos deixou ele escrito esse mandamento; Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea.” (Marcos 10:5-6). Jesus começa não somente a responder a eles, mas a explicar e a ensinar a todos sobre a lei do casamento. Faz com que eles pensem, meditem sobre as Escrituras desde o início, e esse assunto abrange tudo sobre família. Jesus lembra que Deus fez somente dois sexos: homem e mulher, macho e fêmea, ou seja, não é Criação do Senhor um terceiro ou quarto sexo, não existe, portanto, homossexualismo masculino ou feminino, pois, se o Criador não os fez, e é Ele que tudo fez, então isso é invencionice do ser humano e armadilhas do diabo para afastar o homem de Deus, para conduzi-lo à perdição e morte eterna. Jesus deixa claro que só existem macho e fêmea. “Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne.”(Marcos 10:7-8).E os homens,  no momento certo, na idade certa, ou seja, depois de adultos, quando se tem condições de assumir responsabilidade, deixarão os seus pais e se casarão com uma mulher, e a partir daí passam a ser dois em um, duas pessoas que se transformam em uma só, e essa união, essa junção é feita por Deus. O Altíssimo não transforma, não une definitivamente pais e filhos, ou mães e filhas, mesmo porque os filhos deixarão os pais, mas marido e mulher Deus os transforma em uma só pessoa. Se é Deus quem os transforma, que elimina a individualidade do casal, então não é possível nenhum papel ou autoridade terrena desfazer o que o Senhor fez. E quando o Senhor fala em deixar pai e mãe, não diz para desprezá-los, abandoná-los à própria sorte, mesmo porque o primeiro mandamento com recompensa é honrar pai e mãe. O Senhor fala é que no casamento não se pode aceitar, permitir interferências de pais, sogros, nem mesmo viver nas dependências dos mesmos, porque o casamento é quando se inicia a família, os filhos são consequência do casamento, e não o inverso. Não podemos esquecer que os filhos são temporais, mas o marido e a esposa são definitivos. Os filhos se vão; e quando alguns pais não respeitam esse ensinamento, eles trazem destruição, brigas e confusão nos casamentos dos filhos, afinal, os pais conhecem e cuidam dos filhos como filhos, mas os maridos, as esposas  cuidam exatamente como são: maridos e esposas, portanto totalmente diferentes.
            “Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.”(Marcos 10:9). Jesus deixa claro que, como foi Deus que uniu, é impossível o homem separar, assim fica entendido que não existe divórcio,  e que isso é mais uma invencionice do homem e do maligno. Deus não escolhe marido e esposa para ninguém, a escolha é de cada um, mas, quando nos casamos, então Deus nos une definitivamente, e somos nós os responsáveis pelas escolhas erradas que fazemos, porque quem escolhermos como esposa e  marido é para toda a vida, até que a morte nos separe. Somente a morte de um dos dois é que tem o poder de anular essa aliança. “Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido. De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido.”(Romanos 7:2-3). Uma lei terrena não invalida a lei de Deus, portanto  divórcio não existe para o Senhor, e essa ação judicial terrena nada vale para o Senhor, e quem se firma nela para justificar um segundo casamento está em adultério, e o fim dele será no fogo eterno. “E em casa tornaram os discípulos a interrogá-lo acerca disto mesmo.” (Marcos 10:10). O assunto foi tão sério que, após esse ensinamento e de terem ido embora, em casa, os seus discípulos ainda não estavam contentes e tornaram a perguntar ao Senhor, queriam entender melhor esste assunto. Afinal, como entender que Deus transforma dois em um, então o Senhor é taxativo sobre a questão. “E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela. E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.” (Marcos 10:11-12).Portanto  fica explícito que todo recasamento nada mais é do que uma situação de adultério, e, consequentemente, um ato de desobediência e pecado, e os adúlteros não herdarão o Reino, ou seja, padecerão por toda uma eternidade. “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 Coríntios 6:10).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário