NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

MILAGRES E CHAMADO

“Foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos.” (João 12:1)

            Jesus algum tempo atrás tinha ressuscitado Lázaro, irmão de Maria e Marta, e como o Senhor tinha certa amizade, carinho por essa família, e sempre que passava por Betânia Ele os visitava e se hospedava com eles, agora, antes da páscoa, festa dos judeus em comemoração à saída do Egito, Ele volta a essa cidade. Jesus tinha laços de amizade com essa família, nas Escrituras isso é claro. Inclusive, quando Lazaro morreu, Ele chorou. “Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele.”(João 12:2). Jesus estava ali ceando com essa família e sendo servido por Marta, e  Lázaro  estava com Jesus. Devemos atentar para o fato de que  Lázaro  morreu e Jesus o ressuscitou, ele era amigo de Jesus, mas não recebeu o chamado para ser apóstolo, porque ele foi usado para testemunhar a bênção que recebeu do Senhor. Ele não era um dos que andavam com Jesus. Se observarmos, veremos que  as bênçãos não são sinal de chamado; vemos que os que receberam  bênçãos, milagres do Senhor não foram seus apóstolos, assim como o endemoniado de Gandara que, após ser liberto,  pediu para acompanhar Jesus, e Ele o mandou testemunhar  em Decápolis, mas não permitiu que fosse com Ele. Os que o Senhor escolheu, chamou para serem seus apóstolos, seus auxiliares, foram os que viram, presenciaram grandes milagres, mas não que os tenham recebido diretamente; portanto, fica claro que o fato de sermos abençoados com um milagre não significa que é um chamado, todos os que recebem bênção tem o dever de testemunhar, relatar a todos, mas não que isso signifique ser chamado para o ministério de pregação. Devemos entender bem a Palavra, pois há pessoas que se dizem  pregadoras e que foram chamadas, e não é verdade, porque os que realmente são chamados para o ministério são aqueles que  têm conhecimento de que  o seu papel é servir, e não esperam nenhuma compensação por isso; sabem que  devem trabalhar o tempo todo em prol do Reino e que  a recompensa não receberão  aqui,  mesmo porque o seu galardão está é no Reino, portanto não andam à procura de quaisquer bênçãos.
            “Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.” (João 12:3). Maria, irmã de Marta e de Lázaro, então tomou uma vasilha de perfume caro de grande valor e o usou para lavar os pés do Senhor Jesus, e como toalha usou o seu próprio cabelo. Fez isso como uma demonstração de grande respeito, admiração, amor, ou seja, reconhecendo em Jesus o seu Senhor. Como esse perfume, essa fragrância de nardo é forte, logo toda a casa ficou tomada pelo aroma. Nem mesmo ela sabia o porquê de estar fazendo isso, mas ela foi usada, guiada pelo próprio Deus para preparar Jesus para o sepultamento. “Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?” (João 12:4-5).Vemos a reação daquele que iria traí-lo. Esse traidor logo se alvoroçou alegando que deveria ter vendido o perfume e ter usado o dinheiro para socorrer os pobres; queria tirar a honra do Senhor, mas logo saberemos que tinha outro motivo para esse comentário e a reação dele. Assim são muitos os que dizem que não concordam em devolver os dízimos do Senhor na igreja e querem fazer caridade com o que é de Deus; pessoas que se levantam como tesoureiros e investidores de Deus, pois alegam que a igreja não precisa, ou que os responsáveis vão usar o dinheiro em benefício próprio e, portanto, eles fazem melhor dando o dinheiro para caridade. Em primeiro lugar, todos os que pensam assim são desobedientes e desrespeitam a Palavra de Deus; se querem fazer caridade, façam com o que é deles, mas não com o que é de Deus. Os dízimos são para ser devolvidos na obra do Senhor, são usados no evangelismo e na ajuda aos irmãos. E geralmente quem pensa diferente tem os mesmos pensamentos e ações de Judas, ou seja, são mesquinhos e amam mais a Mamom do que ao Senhor, e esses não têm parte no Reino. “Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.” (João 12:6). Judas falou isso porque era tesoureiro do ministério de Jesus e sempre roubava, desviava o dinheiro, assim como muitos pastores, tesoureiros e supostos homens de Deus, que andam desviando os recursos da casa de Deus em benefício próprio. Mas esses que assim procedem sabemos que são traidores e que, assim como Judas, eles também traem Jesus. Todos os que pensam em dar outra finalidade aos dízimos e às ofertas do Senhor são traidores e irão pagar pelas suas traições, assim como Judas pagou. Todos os que querem usar os dízimos do Senhor como seus responderão por roubo diante do Senhor.
            “Disse, pois, Jesus: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; Porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes.”(João 12:7-8).Jesus mostrou que Maria fez algo determinado pelo Pai, já antecedendo  para a sua morte e consequente sepultamento, ou seja, o Senhor não permitiu que se tentasse mudar ou tirar a sua honra, nem mesmo em palavras, e ainda revelou, confirmou, que  o seu ministério terreno estava chegando ao fim e que logo partiria.  Também deixou claro que pobres e necessitados sempre irão existir e sempre teremos condições de os ajudar, socorrer, mas que devemos fazer isso com o que é nosso, e não com o que é derramado sobre os seus pés. “E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de Jesus, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dentre os mortos.” (João 12:9). As pessoas, ao saberem que Ele estava em Betânia, na casa de Lázaro, foram até lá para vê-lo, como para confirmar se realmente Lázaro tinha ressuscitado, se estava vivo. A curiosidade humana sempre existiu, mas não podemos confundir curiosidade com fé, pois eles foram lá  como curiosos, não por terem fé, pois, se assim fosse, esses judeus não teriam exigido a prisão, crucificação e morte de Jesus. “E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro; Porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em Jesus.” (João 12:10-11). A perseguição a Jesus, ao Verbo,  ao Evangelho sempre vai acontecer, e todos os que realmente vivem, defendem a Verdade são perseguidos. O compromisso desses perseguidores é com o mundo e o engano, e odeiam a Verdade.
Leiam e pratiquem  a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,                                      
            Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário