NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sábado, 14 de dezembro de 2013

LIMPANDO O CORAÇÃO.

Cantarei a misericórdia e o juízo; a ti, Senhor, cantarei. (Salmos 101:1) 
           Quando fala em cantar misericórdias ao juízo do Senhor, o salmista está dizendo que louva, exalta, se alegra pela bondade, amor, caridade, paciência e perdão do Senhor para com ele. O juízo diz respeito ao fato de Nosso Deus ser justo e por isso não faz acepção de pessoas. Da mesma maneira que trata um trata a todos, ou seja, não abre exceção para ninguém, não protege ou passa a mão na cabeça de alguém por motivo algum, pois Ele é amor, mas também é justiça. E assim é o amor do Senhor por todos, ama de igual maneira. “Portar-me-ei com inteligência no caminho reto. Quando virás a mim?” (Salmos 101:2). Tendo este conhecimento o salmista sabe que deve se portar com inteligência e com sabedoria. O principio da sabedoria é obediência aos preceitos do Senhor, visto que o caminho o qual o salmista cita é reto, é apenas um e tem um nome: Senhor Jesus Cristo. Quando virás? É o questionamento que o salmista faz porque nem ele sabia e nem ninguém sabe quando chegará a nossa hora de sermos recolhidos, de irmos ao encontro do Senhor para vivermos eternamente. Para quem não aceitar o verdadeiro caminho, irá para o adversário sofrendo eternamente.
            “Não porei coisa má diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; nada se me pegará.” (Salmos 101:3). Aqui vemos ainda como o salmista andava no caminho reto, desviando-se do mau, não fazia o que era errado, o que era mau aos olhos de Deus. Ele se esquivava dos que andam e vivem de forma desordenada, os que são naturalmente escarnecedores. As pessoas que se desviam dos mandamentos do Senhor faz com que Ele se afaste. No caso do salmista, não se associava com o que ou quem era desobediente à Palavra de Deus. “Um coração perverso se apartará de mim; não conhecerei o homem mau.” (Salmos 101:4). Declaradamente ele não aceitava, nem concordava com as ações dos ladrões, adúlteros, fofoqueiros, violentos, maldizentes, e isto porque conhecia o amor e juízo de Deus, e o temia, e o amava de forma verdadeira. Quem ama ao Senhor pratica os seus preceitos. O salmista determinou mudar o seu coração, a sua vontade carnal, rejeitando a corrupção e vivendo somente pelas ordenanças do Senhor, ele propôs nada saber a não ser o conhecimento de Deus.
            “Aquele que difama o seu próximo às escondidas, eu o destruirei; aquele que tem olhar altivo e coração soberbo, não o suportarei.” (Salmos 101:5). O salmista propôs em seu coração não aceitar em hipótese alguma os soberbos, aqueles que não reconhecem o Senhorio de Deus sobre a sua vida, não entendem que tudo vem do Senhor e é para Ele. Tão somente rompeu com os fofoqueiros que às escondidas falam mal e aponta o dedo acusador. “Os meus olhos procurarão os fiéis da terra, para que estejam comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá.” (Salmos 101:6).  Devemos seguir este exemplo e buscar somente companhias honestas e cristãs, devemos sempre nos associar somente com pessoas que temem ao Senhor, que respeitem a sua Palavra. “O que usa de engano não ficará dentro da minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos.” (Salmos 101:7) Não importa se são parentes, amigos ou quem quer que seja. O que não podemos é nos associar com os escarnecedores, devemos nos afastar deles, para que possamos nos aproximar do Senhor, pois sabemos que o pecado corrompe. “Pela manhã destruirei todos os ímpios da terra, para desarraigar da cidade do Senhor todos os que praticam a iniquidade.” (101:8). Devemos destruir e expulsar dos nossos corações tudo o que desagrada ao Senhor, pois somos templo do Espírito Santo. Leiam e pratique a Bíblia. Que Deus abençoe.
Um abraço.
                                      Pr. Henrique Lino

Nenhum comentário:

Postar um comentário